Navegar no Blog Adzuna »

Conheça as profissões dos astros do Rock in Rio antes do sucesso

Foram longos cinco meses de ansiedade, desde o início da venda de ingressos, mas finalmente estamos perto da oitava edição do Rock in Rio.  O festival de música começa dia 27 de setembro e termina no fim de semana seguinte, recheado de atrações para todos os gostos.

A criação do Rock in Rio em 1985 foi um marco do entretenimento, trazendo o gostinho de grandes festivais para o público brasileiro, até então inédito no país. A idealização e organização do festival possibilitou a vinda de vários artistas consagrados ao Brasil, além de ser palco para nomes promissores, colocando o país na rota do show business internacional.

O sucesso do Rock in Rio já perdura gerações, extrapolando os limites do “Rio”, com edições em Portugal, Espanha e Estados Unidos. Cada vez mais ultrapassa também o limite do “Rock”, dando espaço para outros estilos musicais. Ao todo, mais de 2 mil artistas já se apresentaram para quase 10 milhões de pessoas ao longo de mais de 3 décadas de existência do festival.

Com ingressos esgotados, a edição deste ano terá 250 shows de artistas internacionais e nacionais se apresentando para um público esperado de 700 mil pessoas durante os sete dias de festival. Para o público, o festival vale cada centavo do custo do ingresso diário de R$ 525 e para o artista, poder se apresentar no “maior palco do mundo” é o ápice da carreira.

Mas até integrar o “olimpo dos deuses” da música, com o público entoando cada verso de uma canção em um show da magnitude do Rock in Rio, os artistas percorreram um longo e árduo caminho.  Para entrar no clima do festival, o site de empregos Adzuna pesquisou os empregos de alguns astros do Rock in Rio antes de chegarem lá e ainda revela a média a média salarial destas profissões, confira:

 

Jon Bon Jovi – de faxineiro a roqueiro sexy

Atração principal do Rock in Rio este ano, o grupo Bon Jovi é veterano do festival, já que também se apresentou nas edições de 2013 e 2017. A banda, que mantém seu prestígio por décadas, teve um começo bem humilde. Jon Bon Jovi, então com 17 anos, era faxineiro em um estúdio de música, quando o dono o convidou para participar de uma gravação. Jon não parou desde então de compor e três anos depois formou a banda Bon Jovi. Mesmo a vaga mais simples, como a de faxineiro, pode ser uma porta de entrada para outras oportunidades. Há mais de 15 mil vagas abertas para limpeza no site da Adzuna, com média salarial de R$ 1.502.

 

Ivete Sangalo – vendedora de marmita a rainha do axé

Recordista de participações no Rock in Rio, com um total de 15 apresentações, Ivete Sangalo teve que batalhar cedo, logo após a morte repentina de seu pai.  Caçula de cinco irmãos, Ivete ainda adolescente trabalhou como vendedora de roupas em um shopping, onde aproveitava e vendia também marmitas que sua mãe fazia. Só uns anos depois que Ivete começou a cantar em barzinhos, mesmo assim, em troca de uma refeição. A função de vendedora ensina muito a lidar com público e a ganhar desenvoltura, coisa que “Veveta” tem hoje de sobra. No site Adzuna, há 1.800 vagas abertas para vendedora de loja, com média salarial de R$ 1.708.

 

Foto: Madison McGaw/BFA.com/REX/Shutterstock

Drake – de ator mirim a rapper multimilionário

Pela primeira vez no Brasil, o rapper canadense Drake começou a trabalhar bem cedo para ajudar sua mãe. O garoto de Toronto conseguiu seu primeiro emprego já no mundo artístico e aos 15 anos, foi ator mirim no seriado adolescente Degrassi: The Next Generation. Por quase sete anos, a única renda da família vinha de seu cachê como ator, mas a profissão também lhe rendeu autoconfiança para compor suas músicas e se lançar como rapper. No site de empregos Adzuna, você encontra 32 vagas para ator, com média salarial de R$ 5.937.

 

Bruce Dickinson (Iron Maiden) – de cantor de heavy metal a piloto de aeronave

Ok, o vocalista da banda inglesa Iron Maiden não exerceu nenhuma profissão antes de se tornar roqueiro, ainda no colegial. Mas Bruce Dickinson está nesta lista porque anos depois de sucesso consolidado à frente do Iron Maiden, que já se apresentou em três edições do Rock in Rio, ele decidiu também ser piloto de avião. Muito mais que um mero hobby, a carreira de piloto de Bruce anda – ou voa – paralela à de cantor. Ele já chegou a trabalhar para uma companhia aérea, além de outros voos comerciais, inclusive pilotando a aeronave de turnê do Iron Maiden. Se suas ambições profissionais vão além das nuvens, você encontra 46 vagas abertas na área da aviação no site da Adzuna, com média salarial de R$ 1.856.

 

Anitta – de estagiária a cantora internacional

Um dos maiores nomes da música internacional atual é carioca e apesar de ter sido esnobada na edição passada do Rock in Rio em 2017, ela está de volta. Anitta é determinada e lançou hits mundiais até estrear no Rock in Rio Lisboa em 2018 e esse ano, foi convidada ao palco principal do festival no Rio. Antes de se tornar a famosa Anitta, a Larissa Machado, seu nome de batismo, foi estagiária de administração na mineradora Vale.  Anitta depois decidiu largar o estágio e focar no sonho de se tornar cantora, mas certamente seu primeiro emprego foi fundamental para administrar sua bem-sucedida carreira internacional. Para conquistar um estágio como a Anitta, a busca começa no site de empregos Adzuna, com mais de 16 mil vagas de estágios, com média salarial de R$ 935.  

 

Foto: InfoGlobo

Freddie Mercury – de designer gráfico a ícone do Rock do Rio

Não podia faltar nesta lista o maior astro a pisar no palco do Rock in Rio. Freddie Mercury se apresentou com a banda Queen na primeira edição do festival, em 1985 e o coro do público durante a canção “Love of My Life” é ainda um dos maiores momentos da história da música. Mas antes de presentear o mundo com sua voz como Freddie Mercury, Farrokh Bulsara (seu nome verdadeiro) pretendia seguir carreira de designer gráfico. Graças ao seu diploma que Freddie Mercury criou o conhecido logo conceitual da banda Queen. Para exercer sua criatividade, no site da Adzuna há mais de 1.300 vagas para designer gráfico, com média salarial de R$ 1.544.   

Um primeiro emprego pode definir sua escolha de carreira, como na vida profissional dos astros do Rock in Rio. Os caminhos que a vida leva são incertos, mas o começo pode estar em uma das quase 400 mil vagas disponíveis pelo site de empregos Adzuna!