Navegar no Blog Adzuna »

Alimentação e produtividade: mantenha a energia no trabalho

Sabe aquela pausa para o “cafezinho” no trabalho? Ela é um momento sagrado em muitos escritórios brasileiros, mas o excesso de consumo da bebida pode causar o efeito oposto do esperado em nosso organismo: muito café é capaz de causar danos ou até mesmo ser o motivo da deficiência de algum elemento essencial para o organismo. Além disso, a cafeína disponibiliza uma dose momentânea de energia que vem seguida geralmente por cansaço, por isso a costumeira dependência.

Este e outros hábitos como almoçar na mesa enquanto trabalha, consumir de salgadinhos como lanche da tarde e até mesmo não se hidratar podem contribuir e muito para o cansaço, falta de foco e motivação no trabalho. Por isso, produtividade e alimentação estão diretamente ligados. O que você come, a quantidade e o horário são capazes de influenciar seu aproveitamento e, consequentemente, seus resultados.

É claro que não existe uma regra única de dieta para todas as pessoas, então provavelmente será preciso adaptar as dicas deste artigo à sua rotina, gostos e mesmo restrições alimentares. Mas muitos dos hábitos que você pode aprender a desenvolver após a leitura certamente farão grande diferença no seu dia a dia profissional e mesmo pessoal.

 

A ESCOLHA DOS ALIMENTOS

Que tal dedicar um período da sua semana para estruturar um cardápio que beneficie sua produtividade e te sustente durante todo o dia? A gente sabe que pensar no que comer todos os dias pode ser uma tarefa cansativa, além de não ser prioridade na agenda de muitas pessoas. Mas, lembre-se que para conseguir realizar todas as atividades diárias com eficácia, é preciso se alimentar corretamente.

Confira abaixo uma sugestão de cardápio diário com alimentos ricos em nutrientes. Mas não se prenda a ele, hein? Regras demais podem acabar te desmotivando. Seja criativo(a) e priorize sempre alimentos naturais aos ultraprocessados, assim, você saberá que está fazendo a escolha certa.

Café da Manhã

Pão integral com um fio de azeite de oliva ou pesto recheado com um ovo e talvez uma verdura de sua preferência. Uma pitada de sal e voilá! Você tem um café reforçado, rico em fibras que beneficiam o sistema digestivo e vitaminas que fortificam os neurônios, potencializando a capacidade de memorização.

Para beber, complemente com um suco de frutas (só vale fruta de verdade, hein? Nada de suco de caixinha!), café ou chá. E se você for daqueles que acordam com muita fome, acrescente um iogurte (rico em probióticos e minerais) turbinado com mel, sementes e fruta.

Um café desses é começar o dia com o pé direito, não é mesmo?

Almoço

Uma dica aqui é não tomar decisões sobre o que comer quando estiver com fome, já que escolhas por impulso podem não ser as mais saudáveis. Procure planejar a sua refeição antecipadamente.

Legumes e verduras, muitos legumes e verduras! Além de super saudáveis, são versáteis: permitem preparação desde saladas até massa de tortas e salgadinhos assados no forno. De acompanhamento, sugerimos uma porção de arroz integral (vitaminas e magnésio) com uma opção de proteína de sua escolha: frango, peru, bife (especialmente de fígado), omelete ou camarão. Isso porque esses alimentos possuem um nutriente essencial para a saúde do cérebro que muitos não conhecem, a Colina. Ela também está muito presente em vegetais como repolho, couve-flor e brócolis.

Sobremesa

Chocolate! Sim, não é pegadinha. Mas, calma: não é chocolate ao leite que estamos falando, e sim as barras com alta porcentagem de cacau. Apesar de serem um pouquinho mais amargas, elas possuem propriedades antioxidantes que otimizam a concentração. Uma dieta com baixo teor de açúcar vai te ajudar a apreciar o gosto com o tempo. E dica: você sempre pode derretê-lo com um pouco de mel e comer com frutas. Use a criatividade!

Lanchinho da tarde

Sementes, frutas, iogurte ou mesmo um copo generoso de vitamina de banana e/ou abacate. É possível sim achar alternativas saudáveis para o lanche da tarde. Amêndoas, castanhas e nozes, por exemplo, são extremamente benéficas para o cérebro, sistema nervoso e sangue. Sem exagero, é claro.

E que tal se aventurar na cozinha e preparar chips de banana ou batata doce ao forno? Rápido, fácil e saboroso.

Jantar

O ideal é escolher alimentos mais leves para o jantar, que sejam de fácil digestão. Assim você terá uma noite de sono tranquila.

No inverno, uma sopa de legumes vai satisfazer a fome e a necessidade de se manter aquecido. No verão, nada melhor do que uma salada bem fresca e cheia de cor! Abuse das verduras, principalmente as de cores mais escura como o espinafre, pois elas aprimoram a capacidade cognitiva e retardam o envelhecimento das células. Acrescente cenoura para equilibrar o nível de açúcar no sangue, azeitonas e um bom queijo fresco sem sal.

Se precisar de algo mais sólido, coloque os ingredientes da salada em um sanduíche de pão integral.

 

AS REGRAS

O que você come não se limita apenas aos alimentos, é preciso estar atento também à quantidade e ao período do dia em que se alimenta. Alguns hábitos devem ser desenvolvidos e outros, abandonados. Vejamos que hábitos são esses:

Esqueça os snacks

Sabe aqueles petiscos entre uma refeição e outra, os famosos snacks? Eles podem prejudicar e muito a sua produtividade, pois são ricos em gordura e açúcar, os quais o organismo não digere com facilidade. Isso acaba tornando seu trabalho mais lento, pois sua energia está sendo consumida pelo processo trabalhoso de digestão.

Por isso, esqueça os biscoitos recheados, chocolates e barrinhas de cereais extremamente adocicadas. Procure manter ao seu alcance opções saudáveis e fáceis de transportar, como frutas, chips de banana, cenourinhas e/ou rodelas de pepino para comer com hummus (pasta de grão de bico), sementes ou mesmo um sanduíche de pão integral com atum.

Coma de manhã

Muita gente diz não sentir fome quando acorda e acaba pulando o café da manhã, mas a refeição é importante para avisar o seu organismo que é hora de acordar. Evite muito carboidrato (não exagere no pão), e crie um menu rico em sementes, frutas e produtos integrais.

Segundo o site Life Hack:

“Comer café da manhã garante que seu corpo saia do estado de conservação de energia em que entra durante o sono, e desperte para o dia. Até mesmo um copo de suco, shake de proteína ou pedaço de fruta pela manhã é melhor para a sua produtividade do que nada”

Grandes refeições raramente ou pequenas refeições frequentemente? 

O ideal é comer pequenas porções em vários momentos do dia, isso ajuda a equilibrar a glicose no sangue. Assim seu nível de energia não vai oscilar tanto, mantendo seu foco estável e seu corpo fortalecido durante todo o dia.

Para otimizar o poder do seu cérebro, inclua dois lanches saudáveis entre as refeições principais do seu dia, que devem ser consumidos em porções regulares.

O “lanchinho” da tarde 

Para saciar aquela fome que parece atingir todo mundo na mesma hora, escolha com sabedoria. Tomar muito café nesse período, por exemplo, pode acabar afetando seu sono e, consequentemente, seu rendimento no dia seguinte.

Escolha entre os alimentos da lista em “O que comer?”, ricos em ômega-3, fibras e que irão nutrir seu corpo e mente. Faça deles um hábito!

Beba…

Água! Manter-se hidratado(a) é essencial para fazer a dieta funcionar. Isso porque facilita o transporte de nutrientes no corpo. O Life Hack ainda acrescenta:

“E não só isso, quando você está desidratado, seu sangue engrossa, o que força seu coração a bombear com dificuldade, fazendo você se sentir esgotado(a) mais rapidamente”.

Praticar essas dicas combinando-as com exercícios físicos e noites de sono regulares fará diferença significativa em sua qualidade de vida rapidamente. A influência de uma dieta saudável não deve ser subestimada! Então dedique tempo para sua alimentação e logo verá os resultados positivos.

E para continuar adquirindo hábitos saudáveis para sua carreira, acompanhe o conteúdo semanal no Blog da Adzuna! 😉