Navegar no Blog Adzuna »

4 dicas de ouro do Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica, para o sucesso da sua carreira

Dicas de ouro do Mauricio de Sousa

Quando perguntavam a Mauricio de Sousa o que ele queria ser quando crescer, a resposta estava na ponta da língua: viver do desenho. O menino do interior paulista que completa 60 anos de carreira em 2019 conquistou muito mais que uma profissão como desenhista. Criou um universo que perdura por gerações e um negócio de incontestável sucesso.

Criador de mais de 200 personagens capitaneados pela Turma da Mônica, Mauricio de Sousa sempre teve faro para criar histórias que encantam e divertem. Seus desenhos e gibis formam a base para sua empresa, a Mauricio de Sousa Produções, que já publicou mais de um bilhão de revistas e exporta para mais de 30 países.

O maior trunfo de seu sucesso é manter seu produto (e personagens) sempre atual. Para isso, inova no estilo do desenho, adapta os temas das histórias para acompanhar acontecimentos atuais e expande os negócios para outras plataformas. E aqui já fica a primeira lição do artigo: comece a aplicar esse mindset de renovação constante a sua carreira.

Mas quais são os outros pilares profissionais que servem de fundação para o sucesso do Mauricio de Sousa?

A Adzuna resolveu listar o que você pode aprender com a trajetória do criador da Mônica e a construção do seu império avaliado em US$ 2 bilhões. Inspire-se!

 

  1. Foco no objetivo e resiliência

repórter policial

Com o sonho de viver de arte, Mauricio chegou a São Paulo aos 19 anos procurando emprego como desenhista nos jornais da cidade. A então Folha da Manhã (hoje Folha de São Paulo) não ficou impressionada com os traços do jovem artista, mas ofereceu-lhe uma vaga de repórter policial.

Como precisava se bancar, Mauricio aceitou o emprego. Mas mesmo em um cargo totalmente diferente do desejado, não deixou o sonho de lado. Para apurar as notícias, Mauricio incorporava Dick Tracy, o famoso detetive dos quadrinhos americano, e saía trajado de sobretudo e chapéu igual ao personagem.

Aos poucos, começou a ilustrar suas matérias policiais por conta própria, não só para aprimorar o traço, mas para alcançar seu objetivo, mesmo que por outro caminho. Deu certo! Quatro anos depois, a Folha publicava as tirinhas do Bidu e Franjinha, seus primeiros personagens.

A lição que tiramos desse início é que é preciso acreditar nos seus objetivos e tentar realizá-los antes de descartá-los. Utilize as ferramentas, contatos e conhecimentos disponíveis, quaisquer que sejam, e separe um tempo para focar no que realmente quer para sua carreira. Olhe para o futuro com um olhar analítico.

 

  1. Equilíbrio entre arte e negócios

Equilíbrio entre negócio e arte

Mauricio de Sousa se considera um quadrinista e não um empresário, sabendo que o sucesso de seus negócios é apenas consequência de suas criações. Logo no início da carreira, recebeu um valioso conselho de seu pai: “divida sempre seu dia em duas partes: pela manhã, dedique-se à sua arte; à tarde, aos negócios”.

Equilíbrio é um fator valioso para uma carreira de sucesso.

Atualmente, a produção das histórias é feita por um time de roteiristas e desenhistas, mas Mauricio faz questão de ainda escrever e desenhar ele mesmo as historinhas do dinossauro Horácio, seu alter ego, além de supervisionar e aprovar todos os roteiros.

É importante não se distanciar daquela habilidade primária que foi o pontapé inicial de sua vida profissional, afinal, ela representa a base de sua trajetória e provavelmente continuará sendo aplicada em seu dia a dia de alguma forma.

 

  1. Ousadia para seguir em frente
    Seguir em frente

A longevidade e jovialidade dos personagens são reflexo de como o próprio Mauricio de Sousa encara a vida. Sem saudosismo, está sempre de portas abertas para o novo. Lidera uma equipe de profissionais de diferentes idades que trazem frescor para suas produções, tanto quando se trata de temas, quanto de formatos.  

Os gibis ainda são a espinha dorsal de seus personagens, mas ousou desde o início ao expandir a presença deles. De extrato de tomate do Jotalhão, adaptação dos desenhos para o cinema, mangá, “maçãzinha” da Mônica, Parque da Mônica, restaurante Chácara Turma da Mônica… até o mais novo projeto: a primeira peça de teatro da Turma da Mônica, com crianças de verdade protagonizando as aventuras, com estreia prevista para junho de 2019.

Não se permita estagnar. Ouse dar o próximo passo em direção ao desenvolvimento da sua vida profissional.

 

  1. Planejamento

Plano de negócios

Mauricio afirma que o fator crucial na sua trajetória foi um plano de negócios que construiu logo que decidiu transformar sua criatividade em “matéria-prima”. Já havia feito um planejamento antes mesmo de considerar o que precisaria para torná-lo real. Uma ideia é suficiente como ponto de partida.

“Eu sempre soube o que queria e pude planejar tudo em detalhes. Foi tudo planejado, nada aconteceu por acaso na minha carreira”, revelou o cartunista para o Estadão.

No site de empregos Adzuna, você encontra vagas para roteiristas, desenhistas, animadores e muito mais! Faça sua busca nas quase 300 mil vagas da plataforma e construa sua carreira com base nessas e outras lições no nosso blog.