Navegar no Blog Adzuna »

Economia criativa: quais são as profissões em alta no mercado?

Uma característica que é cada vez mais procurada por empresas de vários setores é a criatividade. Antes vista como uma habilidade necessária apenas para trabalhos artísticos, hoje é uma competência valorizada para diversos cargos. Uma boa referência para caracterizar essa nova perspectiva sobre a importância do processo criativo é a popularização do Design Thinking. A ideia consiste em aplicar a lógica dos designers, voltada para inovação e criatividade, na estrutura e desenvolvimento de qualquer tipo de projeto, seja ele voltado para a indústria criativa ou não.

Os empregadores se interessam por profissionais que tenham capacidade de pensar diferente e que cultivam a imaginação para solucionar problemas. Já as empresas precisam de pessoas capazes de descartar o óbvio e repensar paradigmas.

Se você se considera um criativo, vai se sentir ainda mais motivado ao saber que, de acordo com pesquisa da consultoria Robert Half sobre felicidade no trabalho, as carreiras nas áreas criativas estão entre as menos estressantes do mercado. Então continue lendo para conhecer melhor as áreas em alta e ter acesso às vagas disponíveis em adzuna.com.br para cada função.

 

7 profissões criativas que estão em alta

 

1.DESIGNER DE GAMES

O Brasil já é o 4º maior consumidor do mercado mundial de games e está na 12ª posição entre os países que mais geram receita com os jogos virtuais. Além disso, essa área criativa – mesmo com a crise – cresceu 13 vezes mais do que o mercado de trabalho de forma geral.

O Designer de Games poderá atuar na criação de jogos, personagens e cenários para diversas plataformas e dispositivos, passando ainda pelas etapas de roteiro ou mesmo modelagem 3D.

O mais curioso é que o mercado de games tem hoje muito mais vagas do que profissionais e a perspectiva é de aquecimento na área, gerando oferta de cargos e altos salários! De acordo com a nossa ferramenta de análise, que examina os salários das vagas disponíveis no nosso site, o salário médio do Designer de Games hoje é de R$3.950, aproximadamente 120% maior que a média salarial brasileira. Acesse as vagas disponíveis na área clicando aqui.

 

2. WEB DESIGNER

Nenhum site, aplicativo ou plataforma vai ao ar sem o trabalho de um web designer.  É ele quem concilia elementos visuais e de programação para levar beleza, utilidade e experiência de navegação a uma página ou app.

Com cada vez mais sites e aplicações sendo desenvolvidos para a Internet, esse verdadeiro criativo da navegação está ainda mais valorizado no mercado, com salário médio de R$1.905.

O profissional vai trabalhar com identidades visuais online e, para se manter atualizado, deve estudar sempre as novidades e se especializar em UX (experiência do usuário) e UI (interface do utilizador). Acesse as vagas disponíveis na área clicando aqui.

 

3. VLOGUER/YOUTUBER

Se tem uma possibilidade de carreira que encanta jovens e adolescentes é a de Youtuber. Afinal, quem é que não quer ter um canal, usar a criatividade para criar conteúdo sobre temas interessantes e ainda ganhar dinheiro?

Porém, para transformar essa vontade em carreira é preciso muito mais do que uma câmera e uma ideia criativa. É preciso ter boa dicção, noção de edição de vídeos e, de preferência, um diferencial que caracterize sua ideia como inovadora, afinal, ser mais um entre os milhões de canais na plataforma não te ajudará a alcançar o destaque que almeja.

Vale lembrar, portanto, que o Youtube recentemente mudou a sua política de pagamento, passando a bonificar apenas os canais com mais de 1 mil inscritos e 4 mil horas de visualização nos últimos 12 meses. Essa mudança reforça a necessidade de um trabalho bem planejado e executado no canal, sendo importante focar no conteúdo, definir bem o seu o público-alvo e não se esquecer de trabalhar o SEO para aparecer nas buscas!

Manter-se atualizado(a) sobre as regras e mudanças do mercado da criatividade e tecnologia – principalmente por serem os setores que mais rápido e constantemente se transformam – é primordial para se tornar um profissional bem sucedido na área.

 

4. DIRETOR DE ARTE

Geralmente ligado ao design, à fotografia ou às artes plásticas, o Diretor de Arte é o responsável por elaborar toda a identidade visual de um projeto, incluindo aí o seu contexto histórico.

Para seguir essa carreira, o profissional precisa ser inventivo, estudar bastante a área de design e saber trabalhar em equipe, considerando as opiniões e contribuições dos colegas.

O Diretor de Arte pode atuar em diversas áreas com a concepção artística em produção audiovisual, como:

 

  • Publicidade;
  • Cinema;
  • Televisão;
  • Internet;
  • Games.

 

O salário médio da área de acordo com a ferramenta de análise da Adzuna é R$2.679. Acesse as vagas disponíveis na área clicando aqui.

 

5. ROTEIRISTA

O roteirista é quem cria a narrativa de um filme, vídeo para web, game, entre outros. Além de escrever as falas e diálogos, é ele quem determina a posição dos atores/personagens em cena e define o desenrolar da trama.

Com a expansão dos vídeos na Internet e do mercado de games, esse profissional está entre os mais procurados pelas empresas. É valorizado na área criativa por ser capaz de traduzir emoções, envolver o público e estruturar ideias para as telas. Salário médio: R$ 1.541.

Acesse as vagas disponíveis na área clicando aqui.

 

6. FOTÓGRAFO

fotografia é um trabalho incrível, reconhecido pela paixão dos profissionais que escolhem essa arte como profissão. E seja qual for a área de atuação – fotojornalismo, publicidade, eventos, etc – a criatividade fará parte do cotidiano desse profissional.

Com cada vez mais espaço para divulgação de seus trabalhos na web, os fotógrafos ainda têm grande demanda no mercado e devem continuar valorizados por um bom tempo. O salário médio hoje é R$1.605.

Acesse as vagas disponíveis na área clicando aqui.

 

7. ESPECIALISTA EM DESIGN THINKING

O Design thinking pode ser definido como uma ferramenta muito útil na criação de estratégias de negócios, já que leva o “modo de pensar do design” para o mundo corporativo. Essa forma de encarar os negócios com mais criatividade está sendo implementado cada vez mais por empresas inovadoras.

O profissional especializado em Design Thinking é o responsável por mudar a forma como os colaboradores encaram as tarefas de uma empresa, passando a valorizar quesitos como empatia, colaboração e experimentação, além de auxiliar nas tomadas de decisão. 

E aí, se interessou por alguma das áreas? Quer começar a se preparar já? Então saiba como escolher uma instituição de ensino para se especializar aqui nesse e-book gratuito. E para mais informações sobre o mercado de trabalho para profissionais criativos e as vagas disponíveis em cada área, acesse o blog da Adzuna e utilize nossa ferramenta de busca.

Guest post por: Bruno Saes
Redator e Analista de Conteúdo do Grupo Impacta.